3 de nov de 2014

 Meu amor, a nossa matemática não é simples. O nosso embalo não é lento.
 Você sabe, aí dentro, sei que sabe. Então para de "descoisificar" as coisas , porque as coisas são assim e as pessoas não entendem.
 O transcorrer do tempo é rápido, e você continua ainda aí lento, quase parado, lento de mais para esse tempo. As coisas são complicadas, você entende, tanto para mim quanto para você, então pra que diabos inventar inutilidades complicadas? Vai entender! A monotonia do acaso não nos foi generosa, a  gente sentiu e ainda sente esse fato. O fator influente permanece oculto, e nós ficamos aqui perdidos nesses caminhos obtusos tentando se encontra. Nós temos que correr meu bem, e muito rápido, antes que esse tempo acabe e nossos caminhos se interrompam arrasando com as coisas todas...