10 de out de 2011

Tempo perdido

   Mais um ônibus passou, e ainda estou aqui. Me prendi a certo modo nesse local, não sei ao certo o que me faz continuar aqui, a unica coisa que sei é que está fechado para visitas. O único ser que se encontra presente sou eu.
 Sinto falta do calor,o frio está cada vez mais presente em minhas minhas veias, entrando em cada artérias. Meu sangue não escorre mais rapidamente... Sangue,marcas,dor... isso me saciava a um certo tempo atrás. Mas hoje são apenas cicatrizes que não saem, servem apenas para me mostrar que isso foi perda de tempo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário