8 de out de 2014

Três, e não mais que isso

 Eram três, não mais que isso, apenas três
 Eram ponte em meio de um caminho
 Pedra no sapato de muito mauricinho
 Doidera em fim de tarde de domingo,
 Não, de domingo não, de quartas
 Era areia para muitos caminhãozinhos
 Em intervalos de segunda à sextas,
 Em extrema euforia das terças, 
 Nas pacificas quintas, 
E infernais segundas- feiras,
Um trio descontraído e ridículo,
Besteiras a ninho sexo, ceticismos
Física, filosofia,artes e Mirian.
Três amiguinhos, não mais que isso
Rony, Harry, Hermione...
Não! A gente não era e nem somos mágicos.
Somos mais
Somos estrelas e poeiras cósmicas perdidas no espaço.
Somos mais que todo mundo, mais que o mundo,
Mais que infinito mundo dos desamores injustos
Somos nós,três, e não mais que isso
Gugs,ju,yuri, não mais.Apenas três
Um pé no saco, e o cabelo mal arrumado,
O problema do cabelo era dos três, e de mais ninguém
Os medos também,confiados, segregados, e apagados
Apagados levemente como o sopro de uma vela.
E a vocês dois confesso, tenho medo, não mais que isso
Apenas medo. Fim acabo. Virou sopro
Nós três, e não mais que isso
Iremos longe  mais que esse mundo
Apenas longe, e distantes, em pensamento e espaço,
Talvez, mas não mais que três pontes no além.
Obrigado por apenas formarem três, e nada mais,

Nenhum comentário:

Postar um comentário