20 de set de 2011

Estranho


Encontro-me em um quarto escuro
A luz insiste em me tocar com seus feixes
Que acidentalmente passam pela minha janela
Mas não,não as quero!
Oh!Por que anseio tanto por essa escuridão?
Sou algum monstro?
Algo me sufoca por dentro
É algo muito intenso
Sem sentido, idiota
Mas ao mesmo tempo tentador
Que me da uma sensação de calmaria
É algo estranho que nunca ousei sentir
Será que é alegria?
Não, me bloqueie disso há muito tempo!
Mas por que então tenho essa sensação de esperança?
Imprudente.
Sinto-me tola frente a isso,
Mas já que insiste em permanecer
Deixarei que assim seja
Apenas para que possa adormecer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário