18 de jan de 2015

 Eu to cansada dessa demora, desse tempo que custa à passar. Eu to cansada de toda a nossa falcatrua. Desse vai-não-vai. Desse rola-não-rola. Cansei desses olhares trocados à distâncias. Dessa insegurança e da não esperança. Eu cansei desse tempo todo...eu só queria poder me ver, me ler em você, me traduzir em cada curva, em cada gesto e afeição sua. Por um dia, um minuto. Apenas um momento eu quis, eu quero. Ser sua por um segundo que for, apenas ser e não inventar, não tomar posse nem nada. Eu queria apenas ser, e deixar estar o momento do tato, do cheiro, dos corpos e nada mais. Eu to cansada disso tudo, dessa coisa toda, apenas me toma e me faz esquecer do mundo, me faz esquecer de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário