12 de dez de 2011

Tum...Tum...Tum...

  Deixo a música me levar, a hora perfeita para ela ser tocada.
  Lembranças de tempos bons reaparecem. A nostalgia toma conta do ambiente. No passado, de certa forma era bom, mas hoje em dia me pergunto "o que esta havendo comigo?"
 Aqui estou. Um monstro, moldado pelo tempo.
 Escapatórias não existem mais.
 Tentativas falhadas...
 O Passado quebrado...
 O presente mero instante...
 O futuro não existe.
 O ponteiro começa ...Tum...Tum...Tum...Tum...Tum...Tum...Tum...Tum...Tum...Tum...Tum...Tum...
 ...Acabou-se o tempo.
 Coisas cometidas no passado não se pode consertar no presente. No futuro...no futuro...incerto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário